Mundo

Aumenta a participação na Jornada Mundial da Juventude do Rio

O comitê organizador revela que já há cerca de 250 mil jovens inscritos

SHARES
COMMENTS
First one is free... so are the rest. Daily.



By submitting above you agree the Aleteia privacy policy
Like Aleteia

23.05.2013
© DR
A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que se realizará no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, está registrando nas últimas semanas um claro aumento das inscrições de jovens do mundo inteiro.
 
A Aleteia recebeu a última atualização das pessoas que se inscreveram para o evento. Já são 243.557 jovens peregrinos que começaram seu processo de cadastro. Os que já terminaram todo o processo de inscrição somam 173.026.
 
A informação dos números foi recebida diretamente pelo comitê organizador local da Jornada, que aterrissou em Roma hoje e é presidido por Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro.
 
Entre outras atividades, o comitê organizador local se encontrará amanhã com o Papa Francisco, para atualizá-lo sobre as últimas novidades acerca da preparação da sua primeira viagem internacional como sucessor do apóstolo Pedro.
 
"Os preparativos estão bastante avançados e estamos muito contentes com a resposta dos jovens", explicou Dom Tempesta à Aleteia, poucas horas depois de chegar a Roma.
 
O bispo Antônio Augusto Dias Duarte, vice-presidente do comitê organizador local da JMJ, esclareceu que, nos últimos dias, aumentou consideravelmente o número de inscritos, motivo pelo qual se espera um aumento ainda maior nas próximas semanas.
 
Ao longo da história das Jornadas, ficou comprovado que normalmente o número dos participantes se multiplica três ou quatro vezes durante o evento, com relação ao número de inscritos. Por este motivo, é possível calcular que os participantes podem chegar a 2 milhões.
 
O país com maior número de participantes é, obviamente, o Brasil, seguido da Argentina (país vizinho e natal do Papa Bergoglio) e dos Estados Unidos. Desta vez, a participação dos jovens da Europa (em particular, da Itália, Espanha e Portugal) será baixa, devido à crise econômica, ainda que continue sendo significativa.
 
"Esta será a maior e mais alegre festa de fé que já vivemos", conclui o bispo Duarte, recordando que os brasileiros se caracterizam por uma fé extremamente festiva e dinâmica.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que se realizará no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, está registrando nas últimas semanas um claro aumento das inscrições de jovens do mundo inteiro.
 
A Aleteia recebeu a última atualização das pessoas que se inscreveram para o evento. Já são 243.557 jovens peregrinos que começaram seu processo de cadastro. Os que já terminaram todo o processo de inscrição somam 173.026.
 
A informação dos números foi recebida diretamente pelo comitê organizador local da Jornada, que aterrissou em Roma hoje e é presidido por Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro.
 
Entre outras atividades, o comitê organizador local se encontrará amanhã com o Papa Francisco, para atualizá-lo sobre as últimas novidades acerca da preparação da sua primeira viagem internacional como sucessor do apóstolo Pedro.
 
"Os preparativos estão bastante avançados e estamos muito contentes com a resposta dos jovens", explicou Dom Tempesta à Aleteia, poucas horas depois de chegar a Roma.
 
O bispo Antônio Augusto Dias Duarte, vice-presidente do comitê organizador local da JMJ, esclareceu que, nos últimos dias, aumentou consideravelmente o número de inscritos, motivo pelo qual se espera um aumento ainda maior nas próximas semanas.
 
Ao longo da história das Jornadas, ficou comprovado que normalmente o número dos participantes se multiplica três ou quatro vezes durante o evento, com relação ao número de inscritos. Por este motivo, é possível calcular que os participantes podem chegar a 2 milhões.
 
O país com maior número de participantes é, obviamente, o Brasil, seguido da Argentina (país vizinho e natal do Papa Bergoglio) e dos Estados Unidos. Desta vez, a participação dos jovens da Europa (em particular, da Itália, Espanha e Portugal) será baixa, devido à crise econômica, ainda que continue sendo significativa.
 
"Esta será a maior e mais alegre festa de fé que já vivemos", conclui o bispo Duarte, recordando que os brasileiros se caracterizam por uma fé extremamente festiva e dinâmica.

Não perca as melhores histórias de cada dia.
Receba grátis por email o nosso resumo diário.



Comentários
Não perca as melhores histórias de cada dia.
Receba grátis por email o nosso resumo diário.

; ;
Não perca as melhores histórias de cada dia.
Receba grátis por email o nosso resumo diário.



Seja Parceiro